Seu navegador está obsoleto

O Internet Explorer não é mais suportado. Mude de navegador para melhorar sua experiência no site.

DEKRA amplia seu escopo para certificar produtos de telecomunicações no Brasil

2. fev 2021

DEKRA amplia seu escopo para certificar produtos de telecomunicações no Brasil

Em julho de 2020, a organização de especialistas DEKRA foi reconhecida como OCD (Organismo de Certificação Designado) pela ANATEL (Agência Nacional de Telecomunicações), para certificar produtos de telecomunicações locais e importados que requerem homologação para serem comercializados no Brasil. No final do ano, a DEKRA expandiu seu escopo de acreditação e cobre uma gama mais ampla de produtos.

A ANATEL é uma agência do governo brasileiro que atua em todos os produtos e sistemas usados em um espectro relacionado às telecomunicações. Eles estabelecem requisitos e regulamentações que os produtos de telecomunicações devem atender para serem usados e comercializados no Brasil. A agência também é responsável pela fiscalização fiscal e de mercado. Portanto, qualquer produto que utilize telecomunicação precisa ter certificado da ANATEL.

Para emitir esse certificado, a ANATEL autoriza um número limitado de empresas (Organismos de Certificação) a certificar tais produtos. Em seguida, os documentos de avaliação são enviados à ANATEL e, após sua revisão, os produtos podem ser comercializados no Brasil.

A DEKRA já emitiu os primeiros cerificados da ANATEL. Agora, devido aos especialistas devidamente qualificados, a DEKRA expande seu escopo de acreditação e cobre uma gama mais ampla de produtos em sua função de Organismo de Certificação.

Agora, a organização pode certificar também:

  • Cabos coaxiais;
  • Cabos e fibras ópticos;
  • Cabos de transmissão de dados;
  • Cabos telefônicos;
  • Conectores;
  • Fios telefônicos;
  • Divisores.

Esses produtos somam ao escopo anterior que inclui:

  • Telefones celulares;
  • Carregadores para telefones celulares;
  • Baterias de lítio;
  • Telefones fixos;
  • Modems de TV a cabo;
  • Antenas;
  • Transmissores de televisão digital;
  • Radares;
  • Blocos de terminais;
  • Acumuladores de energia;
  • Caixas de terminais ópticas;
  • Plataformas multisserviços; entre outros.

Para obter a certificação da ANATEL, a ANATEL sempre solicita três tipos de testes: Funcional, Segurança e Compatibilidade Eletromagnética (EMC). Nestes testes, muitos casos de teste diferentes são examinados. Por exemplo, nos testes funcionais, é avaliado o que acontece quando você dobra um cabo de fibra, verifica se ele tem perdas quando a luz passa, ou se um roteador wi-fi interfere em outros produtos. Nos testes de segurança, entre outros casos, é verificado se o produto pode causar riscos por choque elétrico ao ligá-lo. E com relação aos testes de compatibilidade eletromagnética, um dos aspectos avaliados é se o produto interfere nos dispositivos dos vizinhos e vice-versa.

Uma vez que o laboratório de teste realizou os testes exigidos no produto do cliente, o Organismo de Certificação, como a DEKRA, recebe os relatórios de teste do laboratório e o processo de certificação pode começar. É revisado toda a documentação, verificando se todos os requisitos foram atendidos. Quando todos os laudos de testes são avaliados e validados, de acordo com a regulamentação aplicável, eles são enviados para a ANATEL, onde após uma revisão final o produto recebe a marca de certificação ANATEL.

De acordo com Paulo Faria, responsável pela certificação ANATEL na DEKRA, os principais desafios são coletar as informações certas sobre o produto. “Às vezes o fabricante não tem todas as especificações necessárias, ou o cliente é uma empresa importadora que não produz o produto e não conhece cada detalhe e especificação disso. Porém, sem as especificações corretas e completas do produto, a Certificação ANATEL não pode ser realizada.”.

Outro desafio encontrado pelo Paulo é quando ele recebe os relatórios de teste para iniciar a certificação e as especificações do produto foram alteradas ou há novos detalhes que não foram incluídos na elaboração do projeto de certificação. “Isso tem um grande impacto em todo o processo de certificação, pois pode significar uma reorganização de tempo e orçamento. Portanto, esta é geralmente a parte mais complicada e demorada do meu trabalho diário”, comenta.

Quer saiba mais? Acesse a página do serviço em nosso site: http://dekra.com.br/wireless-telecom/

Compartilhar página