Posts

Quanto custa uma vistoria cautelar?

Danijel Novak DEKRA EKSPERT d.o.o. Autocommerce Slowenien

Quem compra um carro zero geralmente pensa na segurança de um produto que acabou de sair de Fábrica. No caso dos usados, há sempre o risco de o veículo já ter sofrido danos ou apresentar pendências no documento. Uma boa ferramenta para garantir mais transparência e segurança é a vistoria cautelar. Ela é feita por  empresas que examinam o histórico e estado do carro.

 

COMO FUNCIONA A ANÁLISE?

A vistoria inclui itens como estrutura da carroceria, tonalidade e espessura da pintura (que permite saber se a lataria recebeu aplicação de massa) e originalidade dos vidros.

No serviço de vistoria cautelar da DEKRA, por exemplo, à partir da conferência dos números de chassi e motor e da documentação, é possível levantar o histórico e a procedência do veículo. Isso permite identificar modelos que foram roubados ou clonados, com adulterações ou outros agravantes que possam gerar riscos, como carros com baixa no DETRAN .

Após a conclusão do serviço, a empresa entrega um laudo detalhando o estado do veículo e dá o veredicto: aprovado (em perfeitas condições), aprovado com ressalvas (houve colisão e abalo estrutural, mas o reparo foi bem feito) ou reprovado (no caso de sinistro de grande monta).

 

ANÁLISE PARA TRANSFERÊNCIA É MAIS SIMPLES

A vistoria que checa as condições do carro, chamada de prévia ou cautelar, não deve ser confundida com a outra, exigida por lei para que o veículo possa ser transferido.

A inspeção feita pelo Detran é bem mais simples. Seu objetivo não é verificar o estado de conservação, mas sim a regularidade dos números de chassi e motor e a presença de itens obrigatórios de segurança.

Enquanto a perícia cautelar pode ser feita em qualquer lugar, a vistoria de transferência obrigatória é realizada necessariamente em oficina credenciada, que filma e transmite o procedimento ao Detran. A DEKRA é habilitada para ambas as modalidades.

Confira os valores dos serviços de vistoria da DEKRA e a unidade de atendimento mais próxima no www.dekra.com.br.

 

 

 

Vistoria prévia ajuda no combate às fraudes contra seguradoras

As fraudes são um dos maiores problemas para a indústria de seguros no Brasil, impactando diretamente os resultados das empresas e a oferta de soluções aos clientes, que sofrem com prêmios com valores cada vez mais elevados. Segundo o portal Fraudes.org, os seguros de carros são os que mais sofrem com fraudes, com 70% do volume total. No Brasil, a Confederação Nacional das Seguradoras dão (CNseg), por meio do Sistema de Quantificação de Fraudes (SQF), apontou que em 2013, cerca de 9% dos sinistros apresentaram irregularidades, o que representa um valor de mais de R$ 2 bilhões em indenizações.

 

Diante desse cenário, especialistas do Grupo Dekra explicam como o serviço de vistoria prévia pode impactar o setor ao evitar fraudes, beneficiando seguradoras e consumidores. “A vistoria prévia atua principalmente como ferramenta de seleção de riscos, que, consequentemente, podem evitar fraudes. Isto porque dentro do processo de análise, além das verificações realizadas presencialmente pelo vistoriador, também checamos nosso banco de dados para checar se este veículo foi vistoriado anteriormente e se este possui algum item restritivo. Além disto, só o fato de ser solicitada a vistoria prévia é um inibidor automático da fraude, já que o segurado sabe que o bem somente será segurado mediante a realização e aprovação da vistoria prévia”, explica Leonardo Ianegitz, diretor de Operações do Grupo Dekra no Brasil.

 

A Dekra estima que cerca de 20% das vistorias realizadas apresentam algum tipo de restrição, mas não tem o indicador de quantos casos destes foram identificados como fraude de fato. A empresa possui um Comitê Técnico que analisa os casos mais sensíveis reportados pelo mercado. Hoje, anualmente, são analisados cerca de 15 processos. A área de vistoria prévia tem destaque dentro do portfólio da empresa, seja por sua relevância no volume, seja pela liderança no mercado. Hoje, esse tipo de serviço representa cerca de 65% do faturamento do Grupo no Brasil.

 

Sua importância é chave para o mercado segurador no que tange a imparcialidade “Com o trabalho de uma terceira parte isenta, como é a atuação da Dekra, tanto a seguradora quanto o segurado têm a segurança de que o serviço será realizado de acordo com os procedimentos acordados dentro da política de cada cliente, sem que haja direcionamento para aceitação/recusa do item”, afirma Ianegitz. Além disso, a partir do serviço de Vistoria Prévia, a Dekra conseguiu criar uma série de serviços focados na promoção da isenção e da segurança nas transações com veículos usados em todo o mundo, com destaque para serviços de varejo, gestão de veículos usados, avaliação de retomados/financeiras, entre outros. “Acreditamos que o trabalho de prevenção seja chave para uma sociedade com cultura de segurança no trânsito. E essa prevenção passa pela vistoria prévia, pela ação das seguradoras e pela relação transparente com os consumidores. Queremos ser parte dessa cultura, fomentando boas práticas e informação relevante ao setor e aos usuários”, finaliza o executivo.

 

Integração da área de Sinistros e Vistoria Prévia da DEKRA fica sobre responsabilidade de Leonardo Ianegitz

Executivo tem longa carreira na empresa alemã

 

 

São Paulo, agosto de 2016 – A DEKRA, empresa alemã que é líder global em inspeção veicular, acaba de anunciar que Leonardo Ianegitz, atual diretor de Operações do Grupo DEKRA no Brasil, passa a responder também pela área de Sinistros. O executivo ingressou na empresa como estagiário e com 20 anos de casa chegou à liderança de áreas estratégicas da empresa.

 

O novo desafio demonstra a importância da estratégia, da missão e dos valores da empresa nos processos de gestão de pessoas. Além disso, a experiência e os resultados colhidos durante os 20 anos de trajetória do executivo no Grupo proporcionaram esta nova oportunidade.

 

Segundo Mário Maurício, CEO do Grupo DEKRA no Brasil, o principal objetivo dessa movimentação é finalizar o processo de transição de marca da empresa e adotar um modelo único e compartilhado de Gestão, que é chamado de One DEKRA.

 

Ianegitz tem alguns desafios pela frente. Implantar o sistema SMART em todo processo de regulação de sinistros – RE, aumentar a capilaridade de atendimento por meio da Rede DEKRA, e integrar as bases da DEKRA Vistorias e da DEKRA Sinistros são os principais.

 

“É uma enorme responsabilidade já que DEKRA Vistorias e DEKRA Sinistros juntas representam mais de 75% da DEKRA do Brasil. Tenho muito orgulho de fazer parte do grupo há tanto tempo e fico feliz com a confiança depositada em mim e no meu time para conduzir mais este desafio. Esse é um momento muito especial na minha carreira”, declara o executivo.