comer

Você costuma comer enquanto dirige?

Comer e dirigir é uma das formas mais comuns de distração ao volante. Junto com outros comportamentos de distrações, o ato de comer lanches ou beber refrigerantes por exemplo apresenta sérios riscos de segurança nas ruas.

Perigos de comer ao dirigir

É importante compreender os perigos associados com comer ao dirigir. Existem três tipos comuns de distrações que prejudicam as habilidades dos motoristas para dirigir com segurança seus veículos e evitar acidentes:

– As distrações visuais ocorrem quando os olhos de um motorista são desviados do volante para prestar a atenção em uma outra tarefa.
– As distrações manuais acontecem quando os motoristas tiram as mãos do volante.
– As distrações cognitivas tiram a concentração do motorista para o ato de dirigir.

Todas essas distrações são perigosas e matam pessoas todos os dias no mundo. Agora quando combinadas, representam um risco ainda maior para a segurança do condutor, dos passageiros e das pessoas ao redor.

Comer e dirigir muitas vezes incorpora uma combinação de uma ou mais distrações. Os motoristas devem desempacotar a embalagem de alimentos, usar guardanapos, segurar os alimentos com pelo menos uma mão, aplicar condimentos e completar outras atividades enquanto estiver dirigindo seu carro. Isso faz com que comer ao dirigir seja uma atividade particularmente perigosa. E derramar bebidas – especialmente bebidas quentes – é mais perigoso ainda.

Veja alguns números de pesquisas recentes realizadas nos Estados Unidos sobre alimentação e direção:

  • De acordo com um estudo da Lytx em 2014, um motorista que está bebendo ou comendo tem 3,6 vezes mais probabilidade de causar um acidente do que os motoristas atentos.
  • Um estudo da Exxon Mobil entrevistou 1.000 motoristas e descobriu que 70% deles comem enquanto dirigem e 83% bebem bebidas não alcoolicas quando estão em trânsito.
  • A National Highway Traffic Safety Administration estima que comer e dirigir aumenta a probabilidade de falhas em 80%.

Estas estatísticas são chocantes e destacam a seriedade do problema.

Simplesmente não vale a pena arriscar a sua vida e a vida dos outros.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *