Posts

Escopo de eficiência energética na Costa Rica

No dia 14 de dezembro de 2020, a DEKRA obteve a manutenção de reconhecimento pelo ECA (Ente Costarricense de Acreditación) da acreditação do Inmetro para o escopo de eficiência energética na Costa Rica.

A DEKRA é acreditada pelo CGCRE/INMETRO como um organismos de acreditação brasileiro, para certificar refrigeradores e freezers, máquinas de lavar, aparelhos de ar condicionado, lâmpadas de uso domésticos, reatores para uso em lâmpadas fluorescentes, lâmpadas LED, aquecedores de água e luminárias, de acordo com os requisitos de eficiência energética de El Salvador, Equador, Colombia, Costa Rica, Panamá e Peru para esses produtos.

Aparelhos com eficiência energética podem economizar dinheiro e energia. A redução do uso de energia também é vista como uma solução para reduzir as emissões de gases de efeito estufa. Muitos países da América Latina desenvolveram e implementaram seus próprios esquemas de certificação de EE (eficiência energética), além de regulamentos técnicos. Isso é para garantir que o desempenho (uso de energia) de produtos elétricos importados para que o país cumpra os requisitos essenciais de consumo de energia de cada regulamento. Os importadores e fabricantes que pretendem fornecer bens regulamentados para esses mercados precisam garantir que seus produtos cumpram esses requisitos.

A DEKRA pode oferecer suporte a fabricantes e importadores com serviços de teste e certificação para obter a etiqueta EE necessária para os produtos e mercados mencionados acima. O teste pode ser realizado nos laboratórios DEKRA.

Confira a lista de certificados DEKRA: http://dekra.pe/ptc/eficiencia-energetica/pesquisa-de-certificados/

Para saber mais acesse: http://dekra.com.br/eficiencia-energetica/

Laboratório DEKRA testa máscaras para prevenção do coronavírus

A experiência da DEKRA está ajudando a trazer máscaras protetoras adicionais ao mercado alemão para prevenção contra o coronavírus. O DEKRA Testing & Certification em Essen é um dos dois laboratórios na Alemanha que é adequado para testar máscaras protetoras contra o coronavírus de acordo com os novos princípios de teste. O objetivo é disponibilizar máscaras protetoras que anteriormente não podiam suportar a marcação CE necessária na luta contra o coronavírus com testes direcionados.

 

  • DEKRA Essen é um dos dois laboratórios adequados
  • Teste acelerado de máscaras respiratórias para a pandemia de coronavírus na Alemanha
  • Os primeiros testes começaram em 23 de março de 2020

 

Por recomendação da Comissão da UE (2020/403) de 13 de março de 2020, as autoridades de supervisão do mercado podem definir processos simplificados para a aquisição de “máscaras de coronavírus”. Esse processo acelerado foi projetado para permitir que máscaras tecnicamente eficazes sejam aprovadas para uso público pelas autoridades de supervisão do mercado. Isso significa que as máscaras que ainda não foram submetidas aos procedimentos de avaliação da conformidade da UE necessários, porém complexos, de acordo com o PSA-VO (UE 2016/425), podem, como exceção, ser disponibilizadas no mercado alemão.

 

A DEKRA Testing & Certification, com seu laboratório especial em Essen, é uma das duas entidades reconhecidas na Alemanha como organismo notificado para máscaras respiratórias (máscaras FFP). O Escritório Central dos Estados Federais de Tecnologia de Segurança (Zentralstelle der Länder für Sicherheitstechnik – ZLS) em Munique agora encarregou a DEKRA e a IFA de estabelecer princípios reduzidos de teste. O objetivo era criar um processo rápido que permita uma declaração técnica sobre a proteção contra coronavírus e seja aceito pela autoridade supervisora de mercado alemã.


Desde segunda-feira, 23 de março de 2020, a DEKRA vem testando as primeiras amostras de acordo com os princípios de teste recém-formulados em seu laboratório em Essen. Nesse contexto, a DEKRA não está atuando como uma entidade certificadora, mas prepara um relatório de teste e certifica a conformidade com os princípios de teste independentemente das normas relevantes ou da Portaria de EPI.