DEKRA reprova 16% de carros usados e evita R$ 165 milhões em prejuízos

Dados do balanço de 2015 acendem alerta a quem compra e vende veículos

 

A vistoria de procedência, que fornece o histórico e avaliação física completa dos veículos, reprovou 16% dos carros avaliados em 2015. Os dados são da DEKRA, maior empresa de inspeção veicular do mundo e líder em vistoria no Brasil. Segundo o balanço anual do serviço DEKRA Garantido, 68% das irregularidades se referem a anormalidades na pintura, na identificação ou na estrutura do automóvel. Também aparecem no ranking de restrições, irregularidades no CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo), com indício de falsificação, além de chassi danificado ou com numeração adulterada.

A análise da empresa inclui vistorias feitas a particulares, lojas e concessionárias, e faz um alerta a quem planeja adquirir um veículo usado. O total de prejuízos evitados a compradores chegou a R$ 165,3 milhões em um ano. A DEKRA avalia que a cada R$ 1 investido em vistorias, são evitados R$ 51,24 em riscos para quem contrata o serviço.

O DEKRA Garantido, ou Vistoria de Procedência, consiste na avaliação de mais de 150 itens do veículo, identificando eventuais alterações nas características originais e comparando com as mais de 40 informações históricas fornecidas pela Checkauto, empresa do Grupo DEKRA Brasil, especializada em histórico online de veículos seminovos e usados.

José Félix, gerente dos serviços de varejo do Grupo DKERA Brasil , reforça que o DEKRA Garantido é considerado o mais completo do mercado, e foi desenvolvido para alertar sobre armadilhas que podem vir com um veículo seminovo ou usado.
Na avaliação de pintura são verificadas as partes móveis do carro, como para-lama, capôs e portas. “São examinadas as camadas da pintura e a existência de massas plásticas. Um carro repintado em mais de 50% é considerado não conforme, pois é um dos indícios de que sofreu acidente de grande impacto”, explica.

Em relação à estrutura, são vistoriadas as partes rígidas do automóvel, como longarina, coluna e teto. “Reparos nessas regiões representam perigo, pois são danos que interferem diretamente na segurança dos ocupantes.”
O executivo reforça que investir nesse serviço é assegurar-se de uma compra confiável e uma negociação justa. “Para os carros aprovados, a DEKRA emite um certificado, com validade de 3 anos, que garante indenização no caso do veículo apresentar roubo ou furto em aberto, anterior à data da certificação. Além disso, pode receber um outro certificado de Garantia Mecânica do Motor, válido por três meses.”

Sobre a DEKRA
Empresa alemã, líder mundial em inspeção técnica veicular e testes em veículos, presente em mais de 50 países – no Brasil possui a maior Rede de atendimento do país – chegando a mais de 4.800 municípios, a DEKRA realiza inspeções, vistorias, regulação de sinistro e consultoria. A DEKRA tem em seu DNA o compromisso com a segurança em tudo o que faz, pois valoriza o bem maior, as pessoas.

 

Publicado originalmente em 12/01/2016.

DEKRA é destaque no Prêmio de Inovação em Seguros 2015 da CNseg

processosPremiação oferecida pela confederação das companhias de seguro reconhece empresas que mais inovam no atendimento a corretores e securitários.
A DEKRA, multinacional alemã, líder mundial em serviços para o mercado automotivo, celebrou na última quinta-feira, 17, a segunda colocação no Prêmio Antônio Carlos de Almeida Braga – Inovação em Seguros 2015, promovido pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), com o case DEKRA Check-In.
Lançado em 2013, o DEKRA Check-In é um posto avançado de autoatendimento para a realização de vistorias. Em seus terminais, a identificação dos dados do automóvel e do proprietário pode ser feita por meio do reconhecimento de voz, digitais, vídeos e imagens realizadas por câmeras de alta resolução. Todo o processo, após validações sistêmicas, é enviado diretamente à companhia seguradora.
“Esse serviço é uma solução completa que engloba a capacidade de otimizar os processos de cada etapa de uma vistoria e, ao mesmo tempo, auxiliar na redução de impactos ambientais, dizimando o uso excessivo de papel e com pontos de autoatendimento instalados em locais acessíveis, evitando congestionamentos e deslocamentos desnecessários. Só temos a comemorar um reconhecimento como esse”, comenta o CEO da DEKRA Brasil, Mário Cassio Maurício.
Com o DEKRA Check-In, os ganhos em eficiência acontecem pela desoneração de até cinco fases do modelo atual de vistorias. Do agendamento, distribuição, deslocamento do veículo ou do representante da seguradora, até a coleta de dados e análise, todas as etapas podem ser realizadas de forma mais simplificada, além da flexibilidade de horário, já que o posto de autoatendimento permite realizar a vistoria 24 horas por dia 7 dias por semana sendo essa uma grande comodidade clientes.
O Prêmio Inovação em Seguros existe desde 2010, é realizado anualmente e, segundo sua organização, tem como objetivo estimular a evolução do setor e o aprimoramento das relações com o consumidor por meio da adoção de ideias inovadoras referentes a produtos e ações de comunicação, além de atitudes que vão delinear o perfil do mercado segurador no futuro.
A DEKRA parabeniza os demais vencedores do prêmio Inovação em Seguros 2015: SulAmérica, Porto Seguro, Terra Brasis, Bradesco Auto/RE, Icatú Seguros e MetLife.
DEKRA —Empresa alemã, líder mundial em inspeção técnica veicular e testes em veículos, presente em mais de 50 países – no Brasil possui a maior Rede de atendimento do país – chegando a mais de 4.800 municípios, a DEKRA realiza inspeções, vistorias, regulação de sinistro e consultoria.
A DEKRA tem em seu DNA o compromisso com a segurança em tudo o que faz, pois valoriza o bem maior, as pessoas.

 

Publicado originalmente em 23/12/2015.

CNseg apresenta os vencedores do Prêmio Inovação e realiza eleições para entidades

Evento contou com a presença dos principais líderes do mercado de seguros.

 

Nessa quinta-feira, 17, em cerimônia no Hotel Copacabana Palace, no Rio de Janeiro, a CNseg anunciou os vencedores do Prêmio de Inovação Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros, durante o almoço de final de ano, com os principais representantes do mercado de seguros brasileiro.

Na categoria Produtos e Serviços, a SulAmérica ficou em primeiro lugar com o projeto Franquia Flez, de Lara Sarzedas Murta e Patrícia Alves, com o objetivo de ajudar o segurado a decidira franquia mais apropriada ao seu planejamento financeiro. O segundo lugar foi ocupado pelo projeto Renova Ecopeças, da Porto Seguros, de Bruno Campos Garfinkel e Fabio Frasson Giusti, que promove o descarte adequado de itens dos carros dealto impacto ambiental e coloca à venda por um valor mais barato os que podem ser reutilizados. E a Terra Brasil recebeu o terceiro lugar, com o projeto XTerra, uma ferramenta eletrônica que permite calcular a repartição do prêmio entre seguradoras e resseguradoras, de acordo com a provável distribuição de sinistros, de Sofia Nassar Lacerda, Arthur Sanches, Carlos de Zoppa, Dionísio Araújo, Felipe Augusto, Gustavo Almeida, Paulo Botti, Paulo Hayakawa, Priscila Grossi, Ricardo Drizin e Rodrigo Borri.

A SulAmérica também ocupou o primeiro lugar na categoria comunicação, com o SulAmérica Saúde Ativa, que incentiva os segurados a mudar de atitude e buscar uma vida mais saudável por meio de marketing de conteúdo, de autoria de Luciana Ribeiro Froehlich, Cristiana Pazetti, Ana Lobato e Zeca Vieira. A Bradesco Auto/RE ficou em segundo lugar nessa categoria, com projeto que busca melhorar o atendimento aos clientes, sempre por meio de informações precisas da empresa. E em terceiro, a Icatu Seguros, com “Os bebês da virada”, que concede um plano de previdência no valor de R$ 2.016 às crianças nascidas de parto normal nas primeiras horas do ano, um projeto de Rodrigo Moreira Pádova, Aura Rebelo, Bruno Gélio, Elisa Portugal e Humberto Sardenberg.

Já na categoria processos, a Bradesco Auto/RE é que ocupou o primeiro lugar com o projeto Operação Calamidade, com o objetivo de identificar e regular com rapidez os sinistros decorrentes de acidentes naturais, ideia de José Roberto Bezerra de Lima e Ana Lucia da Costa Ramos.

A DEKRA oc20160204_112414_V2upou o segundo lugar nessa categoria com o DEKRA Check-in, de Mario Cassio Vieira Marques Maurício e Felipe Sousa, que substitui o processo usual de vistoria de veículos por um autoatendimento simples e rápido, monitorado por câmeras ou com o uso de biometria. E a MetLife, em terceiro lugar com SMS Dental, de Paula Caroline Toguchi, que traz a relação dos dentistas credenciados por mensagens de texto via SMS com a localização dos profissionais mais próximos do beneficiário.

 

Novos Conselhos Diretores

Além da premiação, a CNseg e as Federações associadas também elegeram novos conselhos diretores para o triênio 2016/2019. Para a presidência da CNseg, foi eleito Marcio Coriolano (Bradesco Seguros); para a FenSeg, João Francisco Silveira Borges da Costa (XXX Seguros); para a FenaPrevi, Edson Luís Franco (Zurich Vida e Previdência); para a FenaSaúde, Solange Beatriz Palheiro Mendes (SulAmérica) e, para a FenaCap, Marco Barros (BrasilCap), em seu segundo mandato.

Ainda durante a cerimônia, foi realizada uma homenagem a Marco Antonio Rossi, presidente da CNseg falecido em novembro, em acidente aéreo. Em seu discurso, Jayme Garfinkel, da Porto Seguro, que assumiu interinamente a presidência da Confederação, destacou algumas das realizações da gestão de seu antecessor, como a ampliação dos canais de interlocução com o Legislativo; a atuação na presidência da Fides; o PreviSaúde; o Programa Valorizar, de valorização do corpo funcional da CNseg; a implementação da Certificação Profissional da CNseg; o apoio ao Cadastro Ambiental Rural.

 

 

Publicado originalmente em 21/12/2015.

Mercado de carro usado

A Reinvenção dos Negócios – por Miguel Silveira

 

Nesta reta final de 2015, é certa a previsão de que a economia brasiliera seguirá remando contra a maré, enquanto a venda de veículos zero quilômetro fica à deriva neste mar de incertezas. Na contramão, o mercado de usados esteve aquecido ao longo de todo o ano, o que leva a duas conclusões: diante da crise, o foco do consumidor mudou, mas os fabricantes de veículos ainda não despertaram para isso.
As áreas menos desenvolvidas dentro de uma concessionária de veículos continuam sendo as de pós-vendas e de usados, justamente as que assumem cada vez mais um papel estratégico, não só do ponto de vista da rentabilidade, mas também da sustentabilidade em longo prazo. Um programa dedicado a seminovos e usados precisa ser considerado uma alavanca para facilitar o desenvolvimento de uma marca e uma parte integrante da estratégia global das montadoras. E como isso funcionaria?
Quando pensamos num programa de seminovos, é normal fazer associação a uma imagem, materiais em um ponto de venda ou a venda de garantia. Mas o sucesso desse tipo de negócio vai muito além destas questões básicas. Os quatro fatores a serem considerados são: imagem, que visa aumentar a notoriedade; valor, um argumento para otimizar os preços de vendas; volume de vendas, uma forma de atrair clientes às concessionárias; concessionárias – profissionalismo e rentabilidade.
Há pelo menos 20 anos, Europa e Estados Unidos consideravam o veículo usado um “mal necessário”. Compra quem realmente precisa de um carro. Hoje, esse mercado faz parte da estratégia global das principais montadoras nessas localidades, que incluem cada negociação no resultado operacional geral.
Em um ano em que as vendas de seminovos e usados superaram as de modelos 0km, as montadoras conquistaram a oportunidade de oferecer ao consumidor um pacote completo de serviços e produtos adicionais e não apenas o carro. Mas é fundamental que suas concessionárias autorizadas tenham em mente que esse mercado pode ser superior aos negócios de veículos novos, permitindo um aumento da rentabilidade, do valor residual da marca e da retenção e fidelização de clientes.
E numa era em que a internet é o cenário ideal na hora de buscar um veículo e fechar negócios, os sites das montadoras e concessionárias precisam se preparar para uma nova realidade: a comunicação com eficácia. Anúncios detalhados e atualizados, fotos que favorecem as características do veículo, preços de acordo com o mercado e retorno aos contatos feitos pelos interessados.
É impossível saber ao certo qual será o cenário econômico do futuro, porém a única certeza é que as vendas de seminovos irão assumir um papel determinate no setor automotivo e investimentos nessa area estão longe de ser um desperdício.
Miguel Silveira é diretor da DEKRA Automotive Solutions

 

Publicado originalmente em 17/12/2015.

Começa amanhã a defesa presencial dos projetos finalistas

Quinze trabalhos concorrem em três categorias na quinta edição da premiação
A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Complementar e Capitalização (CNseg) realizará nos dias 25, 26 e 27 de novembro, no Rio de Janeiro, a segunda etapa de avaliação dos projetos concorrentes ao Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros.
Nesta nova fase, os autores dos 15 projetos finalistas, sendo cinco de cada uma das categorias (Produtos e Serviços, Comunicação e Processos), defenderão, presencialmente, seus trabalhos frente aos integrantes da Comissão Julgadora. A análise individual dos projetos levará em consideração os quesitos: inovação, relevância para o negócio, implementação e conjunto do trabalho.
As sessões serão realizadas no Salão Carioca do Hotel Atlântico Business, localizado na Rua Senador Dantas, 25 – 18º andar, Centro, Rio de Janeiro-RJ, terão cada dia dedicado a uma única categoria e serão abertas aos colaboradores que atuam no mercado de seguros, previdência privada, saúde suplementar, capitalização e resseguros.
Serviço:
Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros (Segunda etapa de avaliação dos projetos)
Datas: 25, 26 e 27 de novembro
Horário: das 9h às 15h
Local: Hotel Atlântico Business (Salão Carioca)
Endereço: Rua Senador Dantas, 25, 18º andar, Centro – Rio de Janeiro/RJ
Programação:
25 de novembro | Categoria: Produtos e Serviços
· 9h – Chegada
· 9h30 – Boas vindas
· 9h45 – A Plataforma de Bem-Estar do SulAmérica Saúde Ativa (SulAmérica)
· 10h15 – Creative Day (BBMapfre)
· 12h30 – Franquia Flex (SulAmérica)
· 14h – Renova Ecopeças (Porto Seguro)
· 14h30 – XTerra (Terra Brasis)
· 15h – Encerramento das apresentações
26 de novembro | Categoria: Comunicação
· 9h – Chegada
· 9h30 – Boas vindas
· 9h45 – Campanha SulAmérica Saúde Ativa (SulAmérica)
· 10h15 – Comunicação Expressa aos Corretores (Bradesco AutoRE)
· 12h30 – De Olho no seu Seguro (SulAmérica)
· 14h – Os Bebês da Virada (Icatu Seguros)
· 14h30 – Programa Participativo de Melhoria da Qualidade (Bradesco Saúde)
· 15h – Encerramento das apresentações
27 de novembro | Categoria: Processos
· 9h – Chegada
· 9h30 – Boas vindas
· 9h45 – SMS Dental (MetLife)
· 10h15 – Operação Calamidade (Bradesco AutoRE)
· 12h30 – Novo Modelo de Relacionamento e Remuneração em Reumatologia (SulAmérica)
· 14h – HUB de Inovação (BBMapfre)
· 14h30 – DEKRA Check-in (DEKRA)
· 15h – Encerramento das apresentações
Sobre o Prêmio
Há cinco anos, o Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros busca reconhecer o trabalho dos securitários e corretores que contribuem para a inovação no mercado. Lançado pela Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg), a premiação tem como objetivo estimular a evolução do setor e o aprimoramento das relações com o consumidor.
Para isso, apoia a adoção de ideias inovadoras referentes a produtos e ações de comunicação, além de atitudes que vão delinear o perfil do mercado segurador no futuro. O crescente número de projetos participantes, bem como suas inegáveis qualidade e relevância para o mercado, confirmam cada vez mais a importância da iniciativa dentro e fora da CNseg. Em 2014, foram recebidas 82 inscrições, total 41,3% maior que o registrado na edição anterior.
O nome de Antonio Carlos de Almeida Braga foi unânime ao se pensar em um prêmio de inovação em seguros. Nascido em 1926, filho de engenheiro português dos setores imobiliário e de seguros, ‘Braguinha’ fez da Companhia Atlântica uma das maiores seguradoras da América Latina, vendida para o Bradesco em 1984. Foi ainda o fundador, posteriormente, da Icatu Seguros, além de ter sido o pioneiro na distribuição de produtos de seguros por meio da rede bancária. Com seu espírito inovador, foi capaz de aperfeiçoar o atendimento no mercado. Por isso, mereceu esta homenagem e serve como inspiração para os seguradores da atualidade.
Sobre a CNseg
A Confederação Nacional das Empresas de Seguros Gerais, Previdência Privada e Vida, Saúde Suplementar e Capitalização (CNseg) elevou em 2008 ao status de Confederação a Fenaseg (Federação Nacional das Empresas de Seguros Privados e de Capitalização). A CNseg conta em sua formação com a Federação Nacional de Seguros Gerais (FenSeg), a Federação Nacional de Previdência Privada e Vida (FenaPrevi), a Federação Nacional de Saúde Suplementar (FenaSaúde), e a Federação Nacional de Capitalização (FenaCap). A entidade representa o mercado perante o Governo Federal, a sociedade em geral e as entidades nacionais e internacionais.

 

Publicado originalmente em 24/11/2015.

CNseg anuncia os 15 projetos finalistas do Prêmio de Inovação em Seguros

A Gerência Executiva do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros divulga os 15 projetos finalistas que participarão da segunda etapa de avaliação dos trabalhos pela Comissão Julgadora. Nessa fase – que acontecerá nos dias 25 (Produtos e Serviços), 26 (Comunicação) e 27 de novembro (Processos) – os concorrentes que obtiveram as cinco maiores médias, em cada uma das categorias, farão uma defesa presencial, em sessões a serem realizadas no Salão Carioca do Hotel Atlântico Business, localizado na Rua Senador Dantas, 25 – 18º andar, Rio de Janeiro/RJ.

Seguem abaixo, os nomes dos finalistas:

Categoria Produtos e Serviços:

•“A Plataforma de Bem-Estar do SulAmérica Saúde Ativa”, autoria de Elizabeth Christiane Vignol e Regina de Arruda Mello Blanco, da SulAmérica.
•“Creative Day”, autoria de Rafael Toledo, Fernando Marcio Bettine e Paulo Eduardo Fernandes Rossi, do Grupo Segurador BB e Mapfre.
•“Franquia Flex”, autoria de Lara Sarzedas Murtas e Patricia Alves, da SulAmérica.
•“Renova Ecopeças”, autoria de Bruno Campos Garfinkel e Fabio Frasson Giusti, da Porto Seguro.
•“XTerra”, autoria de Sofia Nassar Lacerda, Arthur Sanches, Carlos De Zoppa, Dioniso Araújo, Felipe Augusto, Gustavo Almeida, Paulo Botti, Paulo Hayakawa, Priscila Grossi, Ricardo Drizin e Rodrigo Botti, da Terra Brasis.
Categoria Comunicação:
•“Campanha SulAmérica Saúde Ativa”, autoria de Luciana Ribeiro Froehlich, Cristina Pazetti, Ana Lobato e Zeca Vieira, da SulAmérica.
•“Comunicação Expressa aos Corretores”, autoria de André Hirszberg, da Bradesco AutoRE.
•“De Olho no seu Seguro”, autoria de Luciana Pinheiro Salles, Ivanilde Lapone, Flavia Sotero, Lidia Correia, Artur Silva, Denise Harumi, Francisco Lucas Lima e Carla Lima, da SulAmérica.
•“Os Bebês da Virada”, autoria de Rodrigo Moreira Pádova, Aura Rebelo, Bruno Gélio, Elisa Portugal e Humberto Sardenberg, da Icatu Seguros.
•“Programa Participativo de Melhoria da Qualidade”, autoria de Rafael Guilhon Mattos e Luciana Gonçalves, da Bradesco Saúde.
Na categoria Processos:
•“DEKRA Check-in”, autoria de Mario Cassio Vieira e Felipe Souza, da Dekra.
•“Hub de Inovação”, autoria de Fernando Marcio Bettine, Juliane Gonçalves Serni, Paulo Eduardo Fernandes Rossi e Rafael Toledo Rodrigues de Fatima, do Grupo Segurador BB e Mapfre.
•“Novo Modelo de Relacionamento e Remuneração em Reumatologia”, autoria de Aimar Tarrufi de Paula e Paula Mesquita Abuchala, da SulAmérica.
•“Operação Calamidade”, autoria de José Roberto Bezerra de Lima e Ana Lucia da Costa Ramos, da Bradesco AutoRE.
•“SMS Dental”, autoria de Paula Caroline Toguchi, da MetLife.
A CNseg agradece a todos que, com seus projetos, participaram e engrandeceram a edição 2015 do Prêmio Antonio Carlos de Almeida Braga de Inovação em Seguros.

 

Publicado originalmente em 18/11/2015.

DEKRA recebe o piloto Nico Hülkenberg

O Grupo DEKRA Brasil recebe hoje (12), durante um jantar com executivos do mercado, o piloto Nico Hülkenberg.
Integrante da equipe Force India, o automobilista alemão, patrocinado pela empresa, está no País para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que ocorrerá no próximo domingo (15), em São Paulo. “O objetivo desta ação de
relacionamento é proporcionar aos clientes da Dekra no Brasil uma lembrança positiva e surpreendente, pois conhecerão e poderão tirar suas dúvidas e curiosidades a respeito do mundo e do dia a dia da Fórmula 1, diretamente
com o piloto. Além de consolidar a relação próxima e de confiança da DEKRA com seus parceiros”, avalia o CEO do Grupo Dekra Brasil, Mário Cassio Maurício. Hülkenberg, de 28 anos, iniciou sua trajetória nas pistas em 2010 como piloto titular da Williams. Naquele mesmo ano, ele conquistou sua primeira pole position no Grande Prêmio do Brasil.
Em 2011, passou a integrar a Force India como piloto reserva e, na temporada de 2012, foi alçado a titular, posto que
ocupou até sua transferência para a Sauber, onde permaneceu por um ano. Em 2014, Hülkenberg retornou à Force India.
Em setembro de 2015, a equipe com sede na Inglaterra renovou seu contrato até o fim da temporada de 2017.
Firmado com ele desde 2010, o patrocínio tem como focos a confiança no potencial do piloto.
Em 2012, o atleta foi a estrela da campanha de segurança rodoviária “DEKRA SafetyCheck”, promovida pela empresa alemã e dirigida aos
jovens motoristas do país.
“Transmitimos ao Nico as nossas boas-vindas ao Brasil e desejamos a ele muita sorte. Estamos muito satisfeitos em darmos continuidade a essa parceria e que venham muitas renovações”, finaliza Mauricio.

 

Publicado oficialmente em 12/11/2015.

Ação com o Piloto Nico Hülkenberg no Brasil

O Grupo DEKRA Brasil está recebendo nesta quinta-feira, durante um jantar com executivos do mercado, o piloto Nico Hülkenberg. Integrante da equipe Force India, o automobilista alemão, que é patrocinado pela Dekra, está no país para o Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1, que ocorrerá no próximo domingo, 15, em São Paulo. Em depoimento prestado no início da temporada, Nico Hülkenberg reforçou a importância da parceria com a DEKRA pelo fato ser uma empresa mundialmente conhecida pela sua missão: contribuir cada vez mais para um mundo seguro, além de ser um parceiro neutro nas tomadas de decisões. “O objetivo desta ação de relacionamento é proporcionar aos clientes da Dekra no Brasil, uma lembrança
positiva e surpreendente, pois conhecerão e poderão tirar suas dúvidas e curiosidades a respeito do mundo e do dia a
dia da Fórmula 1, diretamente com o piloto. Além de consolidar a relação próxima e de confiança, da DEKRA com
seus parceiros”, avalia Mário Cassio Maurício, CEO do Grupo DEKRA Brasil.Hülkenberg, de 28 anos, iniciou sua
trajetória nas pistas em 2010 como piloto titular da Williams. Naquele mesmo ano, ele conquistou sua primeira pole
position no Grande Prêmio do Brasil. Em 2011, passou a integrar a Force India como piloto reserva e, na temporada
de 2012, foi alçado a titular, posto que ocupou até sua transferência para a Sauber, onde permaneceu por um ano.

 

Publicado originalmente em 12/11/2015.

BMW inicia programa de certificação de funilarias no Brasil

Empresa aposta em padronização dos serviços para incrementar renda SUELI REIS, AB Oficina de funilaria e pintura da Autostar em São Paulo é uma das quatro primeiras certificadas pela BMW Desde que assumiu o cargo de CEO e presidente do Grupo BMW no Brasil, em abril de 2013, Arturo Piñero quis melhorar substancialmente o serviço de pós-venda e hoje ele colhe os primeiros frutos da empreitada: o executivo entregou na quinta-feira, 5, as primeiras certificações para oficinas de funilaria e pintura da rede de concessionárias no País, resultado da implementação do programa que segue padrões mundiais de qualidade desde a introdução dos novos procedimentos quanto na auditoria anual que garante a continuidade do nível dos serviços prestados. “O Brasil é o primeiro país da América Latina a receber o programa global de certificação de funilaria e pintura para a rede dada a importância deste mercado para o grupo. O pós-venda representa hoje 10% do faturamento total no mercado local e é um bom negócio para fidelização do cliente e de rentabilidade para as concessionárias”, disse Piñero durante a entrega das quatro primeiras certificações que contemplaram as oficinas Autostar Funilaria e Pintura (São Paulo), Germânica (Sorocaba, SP), Autokraft (Rio de Janeiro) e Euro Import (Curitiba, PR). Ele explica que a qualidade é o maior motivo de queixa dentro do escopo da funilaria e que esta padronização que agora passa a ser adotada no Brasil certifica a qualidade com que o veículo que sofreu qualquer tipo de sinistro ou mesmo em serviços específicos, como os de customização, sairão da oficina com o aval da montadora. Quando o veículo estiver pronto, o cliente receberá um certificado de garantia que identifica que aquele serviço solicitado foi feito no mesmo nível de exigência da linha de montagem dos modelos BMW e Mini. “Além de ser um veículo ‘novo de novo’, o diferencial da certificação é assegurar a qualidade do material com o diferencial de utilizar apenas peças originais”, acrescenta. O desenvolvimento do programa de certificação global do Grupo BMW começou em 2011 em parceria com a DEKRA, responsável pelo acompanhamento de todo o processo de implementação e das auditorias após a certificação das oficinas credenciadas. Um estudo da empresa indicou que o ramo de funilaria e pintura foi identificado como um dos grandes pilares de desenvolvimento e rentabilidade do negócio de pós-vendas do Grupo BMW, com potencial de faturamento de US$ 3,7 bilhões em todo o
mundo. No Brasil, este potencial é de R$ 152 milhões neste ano e de até R$ 280 milhões em 2020. “Atualmente, funilaria e pintura representam 30% da receita dentro do âmbito de serviços das concessionárias e nosso objetivo é aumentar esta participação também no Brasil”, afirma Piñero. ETAPAS DE PADRONIZAÇÃO Para ser certificada, as oficinas que mantêm áreas de funilaria e pintura devem cumprir oito etapas de padronização, todas focadas em
excelência da qualidade, como gestão, treinamento e certificação de mão de obra, padrão adequado de acabamento da oficina para as duas atividades, ferramental e equipamentos próprios, manual exclusivo de procedimentos e peças originais que atendam as marcas BMW e Mini. Após aprovarem o conceito do projeto, DEKRA e Grupo BMW já certificaram oficinas nos Estados Unidos, Canadá, Itália, França, Holanda, Vietnã e China, entre outros. Segundo o diretor de pós-venda do Grupo BMW no Brasil, Antonino Gomes de Sá, a meta do grupo é certificar 100% da rede até 2020, que hoje conta com 44 concessionárias. “Já estão em processo de seleção as próximas seis oficinas que vamos certificar em 2016.” Ele acrescenta que o investimento para readequar a área de funilaria gira em torno de R$500 mil. Em sua análise, Gomes de Sá aponta que enquanto as vendas de novos são afetadas pelo cenário econômico adverso, incluindo a volatilidade cambial, o segmento de usados e de pós-venda é o que vai de fato crescer nos próximos três anos. “O pós-venda é uma ferramenta fundamental e terá cada vez mais importância na formação do faturamento da rede.” Assista a entrevista exclusiva de Antonino Gomes de Sá, da BMW, e de Mário
Maurício, da DEKRA, à ABTV.

 

Publicado originalmente em 09/11/2015.

BMW e DEKRA iniciam certificação de oficinas de concessionárias

Quatro pontos de venda já passaram pelo processo; objetivo é garantir serviço mais rápido e com qualidade.

 

Em parceria com a DEKRA, o BMW Group Brasil deu início a um projeto global para certificar as oficinas de funilaria e pintura das concessionárias autorizadas das marcas BMW e MINI. Quatro pontos de venda já passaram pelo processo – Autostar Funilaria e Pintura, da capital paulista, Autokraft, do Rio de Janeiro,, Euro Import, de Curitiba, no Paraná, e Germânica, em Sorocaba, no interior de São Paulo. “Estou certo de que as concessionárias que estão
aderindo ao programa de certificação terão um diferencial concreto frente ao serviço ofertado no mercado nacional”,
comenta Antonino Gomes de Sá, diretor de pós-vendas das marcas BMW e MINI no Brasil.
Para conquistar a certificação foram realizadas oito etapas envolvendo o processo de funilaria (gestão, atendimento, tecnologia e acabamento, entre outras). Além disso, para ter toda a qualificação necessária para prestar o serviço, os colaboradores das oficinas que fazem parte do projeto passaram, em média, por 120 horas de aulas no Centro de Treinamento do BMW Group Brasil, localizado em Joinville, Santa Catarina. Com essa iniciativa, o objetivo da empresa é oferecer ao cliente um reparo no menor tempo possível, com economia e garantia de entrega de um veículo reparado semelhante ao produto novo, uma vez que todo o procedimento é realizado com ferramentas exclusivas para os modelos da marca, desenvolvidas pela engenharia da matriz na Alemanha. “O BMW Group está
sempre em busca de oportunidades de expansão de seus negócios. E enxergamos no mercado de pós-vendas um ótimo potencial para aumentar nossas operações no Brasil, posicionando nossa empresa como uma referência no segmento automotivo premium nessa área“, afirma Arturo Piñeiro, presidente e CEO do BMW Group Brasil. Com
investimento de cerca de R$ 3 milhões, o projeto garante uma padronização no atendimento e serviço prestado em todas as concessionárias certificadas no mundo. E, garante a montadora, as oficinas certificadas utilizam somente produtos ambientalmente corretos – como tintas à base de água que não agridem o meio ambiente – para os reparos.

 

Postado originalmente em 08/11/2015.